Biodança – o resgate do movimento e da convivência



Biodança – o resgate do movimento e da convivência

Por Leda Lage

Biodança, a dança da vida, é um sistema de autoconhecimento, de integração, renovação orgânica e crescimento pessoal. Através do afeto – por si mesmo, pelas pessoas, pela vida – os exercícios da Biodança, mediados pela música e pelo movimento, possibilitam o reforço da identidade: ser aquilo que se é, fazer o que se sonha, ter coragem para desenvolver os próprios potenciais.

Nós nascemos com todo o potencial para brilhar, para a realização plena dos potenciais, mas crescendo no seio de uma civilização enferma, vamos perdendo nossa espontaneidade, vitalidade, criatividade. Se a sociedade tem trilhado caminhos destrutivos, a Biodança propõe uma cultura a favor da vida, uma nova visão da existência e oferece vivências para recuperar a integração e o equilíbrio. Seus exercícios estão organizados a partir de um Modelo teórico baseado nas ciências da vida: Biologia, Antropologia, Psicologia e Sociologia, fundamentados filosoficamente pelo Princípio Biocêntrico.

As aulas de Biodança, aparentemente, são muito simples, mas por trás de uma aula, sustentando-a, existe toda uma fundamentação teórica que vê o ser humano como um todoe acredita na sua capacidade de ser mais solidário, amoroso, confiante, saudável, mais disposto à convivência.

Conviver hoje, seja na família, seja no trabalho, dentro de uma postura biocêntrica, com harmonia, tem sido muito difícil. Embora essa abordagem não seja uma terapia, e sim uma reeducação afetiva, a Biodanza auxilia os participantes a enfrentarem o dia-a-dia cheio de dificuldades e desafios, a ter mais coragem de viver, a melhorar a atitude perante a vida. Conseqüentemente, a prática semanal nas vivências em grupo vai se tornando um caminho para reduzir o stress.

Os objetivos principais de uma postura biocêntrica são: desenvolver um estilo de vida voltado para a saúde pessoal, social e ecológica; trabalhar a percepção motora do próprio corpo integrar sentimento-pensamento-ação, reforçar a auto-estima, trabalhar os vínculos afetivos.

Biodança também estimula a cooperação, a inteligência, a valorização das diferenças, a socialização. Trabalha a expressão da identidade, a alegria de viver, a gratidão, enfim, possibilita à pessoa, humanizar-se mais através do cuidado consigo mesmo e com o outro.

Como surgiu e se expandiu

Unindo Ciência e Arte, o antropólogo chileno Rolando Toro Arañeda, há mais de quarenta anos, quando lecionava Antropologia Médica na Pontifícia Universidade do Chile, iniciou pesquisas que resultaram na criação desse sistema de desenvolvimento humano. Estudou profundamente a neurofisiologia, testou durante anos o efeito da música no bem-estar das pessoas e acrescentou o movimento corporal. Baseou-se em estudos dos biólogos Humberto Maturana e Varella e de vários outros pensadores. Hoje, Rolando Toro está com 84 anos e é casado com uma brasileira, que dirige uma escola de formação no Chile.

Existem trabalhos específicos de Biodanza para grupos de hipertensos, pacientes mastectomizadas, crianças, adolescentes, idosos, adultos normais. As escolas de Formação de Professores são filiadas à International Biocentric Fundation. Há escolas nas Américas, na Europa, em países como Áustria, Bélgica, França, Portugal, Espanha, Itália e  até no Japão.

Segundo Toro, “a Afetividade é uma das funções mais reprimidas no mundo educacional, social e político.” Entretanto, podemos reconhecer que, no fundo, todos nós humanos – o que mais queremos é que alguém nos olhe, nos reconheça, sorria para nós, como se dissesse: “Como é bom você existir!” – mas criamos tantas máscaras… do forte, do auto-suficiente, do indiferente; ou por outro lado, do tímido,da vítima, todas como defesas; na realidade, revelam carências e dificultam a aproximação.

A sessão semanal

A aula se inicia com a formação de uma roda, propiciando a sensação de solidariedade, de aconchego e o sentimento de pertencer a um grupo. Nesse momento, os alunos têm liberdade de se expressar sobre a aula anterior e o facilitador explica aspectos da metodologia, esclarece dúvidas. Essa é a parte teórica. A parte prática é composta por exercícios, com músicas de diversos ritmos, cuidadosamente selecionadas. Não há correção dos exercícios, nem é preciso saber dançar. Os limites individuais são respeitados.

Reeducar-se afetivamente não significa apenas dedicar-se ao próximo, mas talvez o mais difícil – reconhecer-se também merecedor de atenção, de cuidado, de carinho. Significa distanciar-se da roda-viva da produtividade por alguns instantes. Significa também defender seu território, cultivar o auto-respeito, a coragem, recuperar a confiança em si, em seu trabalho e na espécie humana.

Fonte: http://www.biodanzabrasil.com.br

About these ads

6 responses to this post.

  1. Posted by Alda Giovanini on dezembro 26, 2010 at 9:55 am

    Moro em Uberlândia e desejo fazer Biodança. Não conheço nenhuma escola/professores. Podem ajudar-me?
    Abraços e um 2011 mais consciente(é o que quero para mim!)
    Alda.

    Resposta

    • Belo texto da Leda Lage nossa amiga, biobeijos !

      Em Uberlândia temos uma facilitadora que se chama Lazara, segue o contato via email: Lázara de Lourdes [lalusantana@yahoo.com.br]
      desejo que voces se encontrem logo.

      Aqui em Belo Horizonte – trabalho com a Biodanza Clinica em grupo regular na rua Tupis 185 s 902 Centro – BH – MG – TODA 4A. FEIRA 18:30/20:55 meu contato: parreiragisele@yahoo.com.br – quer saber mais: wwww.biodanzagp.com.br e http://www.biodanza-gp.blogspot.com

      Parabéns ao blog sobre ecologia ambiental e humana, afinal precisamos ver as coisas sob a ótima sistêmica, sucesso e abracos para todos Gisele Parreira

      Resposta

  2. Posted by DRA. Tania on março 11, 2011 at 1:28 am

    Gostaria de saber os endereços dos grupos que existem em uberlandia, para ver um mais proximo de minha residencia.

    Resposta

    • Oi Tania,

      Grata pelo seu comentario no artigo de Biodanca no PAGINAS VERDES.
      Parece que Uberlandia tah pedindo mesmo biodanca…o comentario anterior ao seu tb eh de Uberlandia.

      Mandamos um email para a associacao mineira e estamos aguardando retorno e vamos tb enviar uma msg para a nossa rede no facebook.

      E se vc descobrir algo, pode nos enviar o contato tb?

      Grata!

      PAGINAS VERDES
      Se você faz um mundo melhor, o mundo precisa saber.
      Divulgue seu curso/ evento/ produto via paginasverdes.br@gmail.com

      Resposta

  3. Posted by lourdes guimaraes on janeiro 11, 2012 at 11:24 pm

    estou querendo fazer biodanza, quero informações

    Resposta

  4. Posted by Liliane on fevereiro 12, 2012 at 1:17 am

    Olá, ja conseguiram as praticas de Biodança em Uberlândia, eu também me interesso muito!!!

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: